terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Defesa dos direitos dos quilombolas em debate na construção da transnordestina

O secretário-executivo do Comitê Estadual de Promoção da Igualdade Racial, Jorge Arruda, viajou para Brasília ses encontrar com o presidente da Fundação Cultural Palmares, Elói Ferreira, nesta terça-feira (29), e discutir ações que não prejudiquem as comunidades quilombolas durante a construção da Transnordestina. A reunião deverá assegurar os direitos e preservar a cultura em Pernambuco. 

Jorge Arruda deverá pedir que à Fundação Cultural Palmares acompanhe a situação das famílias quilombolas para que elas não sofram nenhum tipo de violação de direitos durante a construção da ferrovia, que vai ligar o Porto de Pecém, no Ceará, ao Porto de Suape, em Pernambuco, passando pela cidade de Eliseu Martins, no Piauí, num total de 1.728 km. Além deste encontro, os gestores mantêm agenda administrativa na quarta-feira (30). No dia seguinte, Jorge Arruda será recebido pela ministra de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros.

Um comentário:

  1. quilombolas... Mais uma forma de arrecadar terras criadas pelos movimentos sociais.. acabando o MST começa os quilombolas do PT

    ResponderExcluir